sábado, 23 de julho de 2011

Mais informações sobre a Amy

- E a Amy, hein?

- Pois é.

- A GloboNews tá tirando notícia do cu pra falar nisso sem parar. Estão nitidamente inventando.

- Não tem mais informações, né?

- Não tem. Olha a que ponto chegaram: levaram um crítico musical. Aí passaram o clipe de Rehab e disseram pro cara "comente este clipe".

- Bom, aí quem passou o diabo foi o crítico.

- Aí o cara falou coisas do tipo "neste clipe, a Amy já não está tão gordinha como no album Frank, mas nem tão magra quanto atualmente".

- HAHAHA

- Daqui a pouco vão levar sósias da Amy Winehouse para eleger a mais parecida. Falta um tiquinho de nada pra isso acontecer.

- Pelo visto, já estão caçando. Não demora nada para a GloboNews chamar às pressas um apresentador que ia entrar mais tarde. Manda ele entrar de peruca no estúdio e avisa: "já entra cantando Rehab aí".

- Se continuar na toada de ter cobertura 24 horas sobre um assunto que não tem o que falar, é certeza que vão fazer isso. E realmente a imprensa não tem nada de informação. Só se sabe que ela morreu e ponto.

- É melhor começarem a inventar. "Olha, parece que já viram o fantasma dela em Piracicaba. Entrou num posto sem abrir a porta e pediu cigarros. Quando o cara do caixa virou para dar, ela tinha sumido"

- E já emplaca uma entrevista com o cara que tava de costas pro fantasmas e quase, quase, por muito pouco, o viu. "Você chegou a ver o fantasma da Amy?" "Veeer, veeer, eu não vi. Mas senti um ventinho com cheiro de lavanda."

- "Mas como você sabe que era ela?" "Ah, o frentista contou que, quando passou por ele, ela disse 'enche o tanque' com um forte sotaque britânico, e, em seguida, abriu a boca"

- Se você mandar essa boataria pra GloboNews, vira pauta. Certeza.

- Eles tão aceitando qualquer coisa, pelo visto. "E no próximo bloco a dona de casa que jura ter visto o rosto de Amy, sorrindo, em sua torradinha"

- Seria bom alguém também mostrar a Amy desenhada espontaneamente naquela espuminha do capuccino. Aquilo sempre fica bonito. Seria o bloco "Amy e aparições em alimentos".

- "Hoje eu tava cozinhando uma abobrinha e, quando olhei pra panela, tinha formado uma peruca anos 60."

- "E, depois desse bloco, o cachorro que assobia Love is a Losing Game de trás pra frente."

- Imagina o concurso de transformista mais parecido com ela? Ia ser genial! Ia ser o Show se Calouros.

- Isso. Mas o melhor é tudo isso acontecendo num canal jornalístico. O pessoal de gravata, sério. Falando impassivamente.

- E de repente entra um poodle de peruca e vestido vermelho uivando a música. Em dois tempos ia virar canal aberto. E iam chamar o Gugu pra ancorar.

- O Gugu ia chafurdar nesse programa. Ia criar o taxi da Amy, com ele vestido da Amy levando as pessoas por ai.

- Sim. E ele ia fazer mixagens das atrações, como o melhor sósia canino da Amy, capaz também de dirigir um taxi enquanto assobia Rehab num pedaço de cana.

- Não consigo imaginar a exaustão dessa pauta. Ia virar assunto eterno.

- O Gugu adora coisas nada a ver.

- Como podemos perceber pelo nome artístico dele.

-----------------------------------

(Diálogo travado com (e após dica da) Vanessa, sobre a GloboNews)


3 comentários:

Anônimo disse...

Excelentíssimo, como sempre, mr. Bucha.
Beijos,
Primo

Only Myself disse...

è sempre a mesma coisa né!?
A mídia usa até o que não existe pra fazer o assunto render, acho que talvez por isso os famosos piram com tanta frequência. Eu não aguentaria ter um bando de sangue sugas, comentando cada detalhe da minha vida!!!
Acabei de fazer meu blog, se quiser visitar:http:
//viverdefantaisa.blogspot.com

Eliel disse...

Huhauahua! Abriu a boca e disse "enche o tanque" foi ótima!